O projeto de Autoavaliação Institucional do Centro Universitário de Ciências Aplicadas Dr. Leão Sampaio recebeu parecer favorável do Ministério da Educação no dia 22 de agosto de 2005, o qual foi elaborado pela Comissão Própria de Avaliação – CPA, em atendimento à Lei Nº 10.861/2004 que instituiu o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES).
Comissão Própria de Avaliação - UniLeão

Comissão Própria de Avaliação (CPA)

Apresentação

O projeto de Autoavaliação Institucional do Centro Universitário Dr. Leão Sampaio recebeu parecer favorável do Ministério da Educação no dia 22 de agosto de 2005, o qual foi elaborado pela Comissão Própria de Avaliação – CPA, em atendimento à Lei Nº 10.861/2004 que instituiu o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES).


A gestão do Centro Universitário Dr. Leão Sampaio se alicerça na melhoria contínua dos serviços prestados, visando à qualidade da educação superior. É com esse objetivo que a CPA realiza os diagnósticos junto aos principais segmentos constituídos: Discentes, Docentes, Corpo Técnicos-Administrativo e Sociedade Civil. A produção dessas informações permite examinar e refletir sobre os procedimentos internos em garantia ao pleno cumprimento de seu plano de desenvolvimento e, consequentemente de sua missão institucional.

A avaliação é um componente central na instituição. Ela traz em sua essência a possibilidade de mensurar e traçar diagnóstico da satisfação a partir de procedimentos e instrumentos capazes de garantir a objetividade, validade, eficiência e neutralidade do foco analisado; identifica pontos fortes e oportunidades de melhorias norteando as tomadas eficazes de decisões. Confere ainda estrutura e coerência aos processos internos, integrando e fortalecendo o desenvolvimento da IES.

AVALIAR SIGNIFICA

Avaliar é um verbo cuja etimologia origina-se no francês évaluer e que permite assinalar, estimar, apreciar ou calcular o valor de algo.


Lei nº 10.861/04


Local: Sede da CPA na Unidade Lagoa Seca

Composição

Representante Docente
Ana Quésia Luna Ramos
(Coordenadora)


Representante Discente
Francisca Clara Evangelista Fernandes


Representante Técnico-Administrativo
Suzana de Alencar Cavalcante Lima


Representante da Sociedade Civil Organizada
Fernando José Valdevino de Brito


Local: Sede da CPA na Unidade Lagoa Seca

Eixos

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira - INEP atento à Permanente Construção do Plano de Desenvolvimento Institucional – PDI propôs alteração do Instrumento Institucional em uma CONCEPÇÃO INOVADORA a partir de 2013. O Instrumento Matricial da referida alteração, busca atender a diversidade do sistema de educação superior e respeitar a identidade da IES. Reforça e promove o processo de avaliação interna. O Centro Universitário Dr. Leão Sampaio atende à nova proposição do INEP e apresenta o formato comparativo das denominações em 2004 e 2014.

DIMENSÕES / 2004

EIXOS / 2014

Novo EIXO ATENDE à DIMENSÃO:

1

MISSÃO E PDI

1

Planejamento e Avaliação Institucional

8 e
Inclui o Relato Institucional

2

POLÍTICA PARA O ENSINO, A PESQUISA, A PÓS-GRADUAÇÃO E A EXTENSÃO

3

RESPONSABILIDADE SOCIAL DA IES

2

Desenvolvimento Institucional

1 e 3

4

COMUNICAÇÃO COM A SOCIEDADE

5

AS POLÍTICAS DE PESSOAL, AS CARREIRAS DO CORPO DOCENTE E TÉCNICO-ADMINISTRATIVO

3

Políticas Acadêmicas

2, 4 e 9

6

ORGANIZAÇÃO DE GESTÃO DA IES

7

INFRAESTRUTURA FÍSICA

4

Políticas de Gestão

5, 6 e 10

8

PLANEJAMENTO E AVALIAÇÃO

9

POLÍTICAS DE ATENDIMENTO AOS ESTUDANTES

5

Infraestrutura

7

10

SUSTENTABILIDADE FINANCEIRA

Dimensão 1 - Missão e Plano de Desenvolvimento Institucional

Dimensão 2 - Política de Ensino, Pesquisa, Extensão e Pós-Graduação

  • Política de Ensino
  • Política de Pesquisa e Extensão
  • Política de Pós-graduação
  • Programa de Bolsas de Iniciação Científica e Monitoria
  • Programa de Bolsas
  • Incentivo para o desenvolvimento de Atividades de Iniciação Científica
  • Programa de Monitoria

Dimensão 3 - Responsabilidade Social da Instituição

  • Política de Responsabilidade Social
  • Relações e Parcerias com a Comunidade, Instituições e Empresas

Dimensão 4 - Comunicação com a Sociedade

  • Comunicação Externa
  • Comunicação Interna

Dimensão 5 - Política de Pessoal do Corpo Docente e Corpo Técnico-Administrativo

  • Perfil Docente
  • Política de Qualificação Docente
  • Incentivo aos Docentes
  • Apoio Didático-pedagógico aos Docentes
  • Regime de Trabalho dos Docentes
  • Políticas de Pessoal do Corpo Técnico-Administrativo
  • Políticas de Qualificação do Corpo Técnico-Administrativo
  • 5.8. Plano de Carreira e/ou Cargos e Salários do Corpo Técnico-administrativo

Dimensão 6 - Organização e Gestão da Instituição

  • Administração Institucional
  • Instâncias de Decisões
  • Organograma Institucional
  • Autonomia da IES em Relação à Mantenedora
  • Estrutura de Órgãos Colegiados

Dimensão 7 - Infra-Estrutura Física, Tecnológica, Biblioteca e Laboratórios

  • Instalações Gerais
  • Estrutura Tecnológica
  • Biblioteca
  • Espaço Físico
  • Acervo
  • Serviços
  • Laboratórios e Instalações Específicas

Dimensão 8 - Planejamento e Avaliação

  • Auto-avaliação
  • Avaliações Externas

Dimensão 9 - Políticas de Atendimento a Estudantes

  • Programa de Apoio ao Desenvolvimento Acadêmico do Discente
  • Condições Institucionais para os Discentes
  • Egressos

Dimensão 10 - Sustentabilidade Financeira


Local: Sede da CPA na Unidade Lagoa Seca

Metodologias

Este processo de auto-avaliação é desenvolvido com a participação dos segmentos: docentes, técnico-administrativos, estudantes, dirigentes e representantes da sociedade sob a coordenação da CPA.


Um processo de auto-avaliação deste porte inclui, necessariamente, a negociação e a participação dos envolvidos tanto nas decisões relativas aos indicadores previstos quanto ao que diz respeito à definição das medidas decorrentes dos resultados obtidos.
A análise situacional compreende o diagnóstico da realidade, que será objeto da intervenção pretendida. De modo que visa a possibilitar a CPA identificar os principais problemas relativos ao ensino, permitindo, assim, a definição de prioridades, metas a alcançar e ações a serem desenvolvidas.


Para solucionar os problemas existentes no processo de auto-avaliação foi necessário utilizar uma das ferramentas da qualidade o Ciclo do PDCA de Deming, ou seja:

  • P: (PLAN) = Planejar para mudar
  • D: (DO) = Executar
  • C: (CHECK) = Verificar
  • A: (ACTION) = Agir para transformar


Etapa P: Planejando a Análise Situacional:

A partir da caracterização da realidade, dentro das dimensões, dever-se-á proceder à identificação dos problemas, assim como ressaltar as conquistas consolidadas. Neste momento, recomenda-se uma ampla discussão sobre os “achados” do processo permitindo que, internamente, esses problemas e conquistas sejam priorizados.


Etapa D: Identificação de Problemas e Conquistas:

Nessa etapa do processo avaliativo, devem-se observar prioritariamente as necessidades, efetivas de cada curso, cada departamento e/ou cada setor do Centro Universitário Dr. Leão Sampaio, permitindo uma reflexão sobre os problemas, conquistas e potencialidades, com base no que seria ideal conseguir executar a ação educativa planejada. Para isto, desenvolver o projeto de implantação ou melhoria, atendendo as necessidades existentes. Coletar dados avaliativos antes, durante e depois da execução para melhor ajudar a equipe de trabalho em como solucionar os problemas diagnosticados decorrente da análise dos dados.


Etapa C: Identificação de Soluções

Verificar os resultados do programa de implantação ou melhoria, comparando as metas obtidas com as esperadas. Interpretar os dados coletados para determinar o que deu certo, ou errado e por que.


Etapa A: Plano de Ação

O Plano de ação constitui-se no elemento-chave para a transformação positiva da realidade, permitindo uma visualização efetiva dos esforços necessários para se buscar a qualidade institucional.

Para assegurar o aperfeiçoamento e o sucesso do processo avaliativo, é preciso desenvolver um trabalho que englobam as seguintes operações:

    Elaborar um Plano de Ação:
    • Analisar o problema em profundidade;
    • Definir os objetivos a serem alcançados;
    • Estabelecer as metas quantitativas para que os resultados possam ser medidos em termos numéricos (quantidade ou percentagem de melhoria).

    Estabelecer uma estrutura de trabalho:
    • Definir como será executado o plano;
    • Alocar responsabilidade e autoridade;
    • Estabelecer prazos;
    • Definir os dias e os horários das reuniões (que são permanentes e regulares).

    Executar as atividades planejadas:
  • Tornar efetivas as ações previstas;
  • Coletar dados durante toda a execução do projeto;

    Acompanhar, controlar e avaliar as atividades executadas:
    • Verificar o trabalho executado;
    • Efetuar ações corretivas se for o caso;
    • Instalar mudanças permanentes;
    • Buscar novas oportunidades de aperfeiçoamento.


Local: Sede da CPA na Unidade Lagoa Seca


Objetivos da CPA

O objetivo da Avaliação Institucional é assegurar a coerência entre as ações planejadas e as metodologias adotadas na construção e envolvimento da sensibilização na comunidade acadêmica, buscando diagnosticar as falhas e transformando as ameaças em oportunidades para elaboração de um ensino de Qualidade, atendendo as exigências da Comunidade Acadêmica, em todos os seus parâmetros educacionais.


Para a consecução desse objetivo, foram definidos os seguintes aspectos operacionais para a elaboração e execução do projeto de auto-avaliação institucional do Centro Universitário Dr. Leão Sampaio:


  • Realização de reuniões ou debates de sensibilização;
  • Sistematização de idéias/sugestões oriundas dessas reuniões;
  • Apresentação da proposta do processo de avaliação interna da IES;
  • Debates e/ou discussões internas e apresentação das sistematizações dos resultados e outras medidas para melhor atender a Auto – avaliação;
  • Definição da composição dos grupos de trabalho atendendo aos principais segmentos da comunidade acadêmica;
  • Construção de instrumentos para coleta de dados: entrevistas, questionários, etc.;
  • Definição da metodologia de análise e interpretação dos dados;
  • Definição das condições materiais para o desenvolvimento do trabalho: espaço físico, docentes e técnicos com horas de trabalho dedicadas a esta tarefa e outros;
  • Definição de formato de relatório de auto-avaliação;
  • Definição de reuniões sistemáticas de trabalho;
  • Elaboração de relatórios e organização e discussão dos resultados com a comunidade acadêmica e publicação das experiências em gráficos.
ESTRATÉGIAS:

Procurando atender as propostas na 1ª Etapa do Projeto de Auto-avaliação Institucional que visa desenvolver estrategicamente com responsabilidade e legitimidade as 10 (dez) Dimensões constantes no projeto da CPA, foi necessário mobilizar e organizar os segmentos acadêmicos e a sociedade para pensar coletivamente no que o centro universitário faz, construindo uma rede que articule os sujeitos no processo de reflexão/ação para:


  • Produzir conhecimentos sobre a Instituição;
  • Definir e assumir compromissos coletivos;
  • Definir propostas de ação e caminhos alternativos para o aperfeiçoamento do Plano de Desenvolvimento Institucional;

Local: Sede da CPA na Unidade Lagoa Seca


Resultados Atuais

A CPA-Comissão Própria de Avaliação conduz o processo avaliativo do Centro Universitário Dr. Leão Sampaio em todos os segmentos acadêmico: estudantes, professores, corpo técnico-administrativo e sociedade Civil. Acompanha também a atuação de seus egressos e, investiga junto às empresas que os contratam, as competências e habilidades percebidas a partir da pesquisa: “Egresso-Empresa”, cujos resultados têm nos gerado grata satisfação. Esse leque de avaliações denomina-se Autovaliação Institucional. A periodicidade da aplicação dessas pesquisas varia a cada segmento avaliado, podendo ser semestral, anual ou bianual, visando traçar as ações de melhorias de curto, médio e longo prazo, inclusive replanejando o Plano de Desenvolvimento da IES.

Apresentaremos as informações produzidas, recentemente, junto aos segmentos Docentes e Discentes, cujas coletas dos dados foram realizadas por meio de instrumento na forma de questionário misto (perguntas fechadas e abertas) o qual foi aplicado, via on-line onde vem registrando a cada semestre uma significativa evolução na representatividade amostral. Assim como os resultados da avaliação anual junto ao Corpo técnico-administrativo. A seguir, também apresentaremos o relatório da pesquisa junto à Sociedade Civil cuja aplicação possui periodicidade bianual.

Avaliação dos Discentes 2016.2
Avaliação dos Docentes 2016.2
Avaliação do Corpo técnico-administrativo 2016
Avaliação junto a Sociedade Civil 2015


Ações de Melhoria


A contribuição oriunda da Autoavaliação Institucional permite relatar algumas ações de melhorias, recentemente implantadas para aprimorar os processos administrativos e pedagógicos ampliando o nível da qualidade dos serviços educacionais prestados pelo Centro Universitário Dr. Leão Sampaio:

DOCENTES:
• Melhoria da titulação (mestres e doutores) por política de incentivos ou contratação;
• Aumento do número de docentes com atividades extra sala de aula;
• Investimento em eventos Acadêmicos e participação em Seminários Nacionais e Internacionais;
• Melhorias nas salas dos professores;
• Realização de Palestras, Oficinas e Debates promovendo atualização profissional;
• Investimento na qualificação dos docentes, inclusive em novas tecnologias.

ENSINO
• Disponibilização do material didático das disciplinas pelos professores a partir do Sistema Aluno Online;
• Expansão das atividades culturais nas três Unidades de Ensino: Crajubar, Saúde e Lagoa Seca;
• Contribuições para melhoria e aperfeiçoamento para Projeto Pedagógico dos cursos;
• Melhorias dos Programas de Estágio;
• Expansão de visitas técnicas a empresas e outros cursos, articulando teoria e prática;

INFRAESTRUTURA
• Ampliação e atualização de acervo das Bibliotecas das três Unidades de Ensino: Crajubar, Saúde e Lagoa Seca;
• Construção de áreas de convivência, praças dentro da unidade Lagoa Seca;
• Melhorias e reformas na unidade Crajubar;
• Ampliação e sistematização de monitoramento da qualidade dos serviços terceirizados na Cantina e Reprografia;
• Melhoria na conservação e manutenção nas três Unidades de Ensino: Crajubar, Saúde e Lagoa Seca.
• Reforma e reordenamento dos estacionamentos nas unidades Lagoa Seca e Saúde.

Agenda - Reuniões Ordinárias

Mês / 2017 Dia Horário Dia da Semana
Fevereiro 15 17:00 Quarta-feira
Março 15 17:00 Quarta-feira
Junho 21 17:00 Quarta-Feira
Agosto 16 17:00 Quarta-Feira
Setembro 13 17:00 Quarta-Feira
Dezembro 13 17:00 Quarta-Feira