CRBM2 apresenta projetos em reunião na Unileão

Terça-Feira - 12/03/2019


Encontro reuniu representantes da autarquia, profissionais e alunos de Biomedicina.

A Unileão sediou a reunião do Conselho Regional de Biomedicina (CRBM2) e Seccional Ceará, no último sábado (9), onde representantes da autarquia ouviram e tiraram dúvidas de profissionais e alunos da área.

“Desde o final do ano passado, já vínhamos discutindo sobre a intenção de nos reunirmos com os profissionais biomédicos do Cariri, por consideramos a região um polo formador importante. Queremos estreitar os laços, ouvir os biomédicos. Além disso, lançar alguns projetos, mostrar o nosso trabalho e nos colocar à disposição para eventuais dúvidas e até projetar eventos”, afirmou Regina Diego, conselheira titular do CRBM2.

Valorização

O delegado de Biomedicina do Ceará, Jannison Ribeiro, informou que os projetos apresentados na reunião fazem parte da nova gestão. “Iniciamos o período de representar, levar informação e conhecimento da Biomedicina às prefeituras dos municípios para inclusão e valorização do biomédico em futuros editais de concursos públicos nas mais diversas áreas, como análises clínicas, saúde coletiva, entre outras. E, também, dentro de instituições de ensino que possam promover residências multiprofissionais”, explicou.

Ainda segundo o delegado, o trabalho visa valorizar o profissional na região do Cariri, lugar escolhido para o início das atividades do projeto.

 “Aqui foi nossa primeira escolha por ser um polo formador de biomédicos há bastante tempo, tendo como representante principal a Unileão. Nós também achamos importante a participação dos docentes, que são os primeiros a ter contato direto com os futuros profissionais”, completou.

Polos formadores

No Ceará, existem quatro polos formadores de biomédicos que se consolidaram nas regiões da capital, Fortaleza, e nos municípios de Juazeiro do Norte, Quixadá e Sobral.

A conselheira Regina Diego falou sobre a experiência: “Temos um projeto de unir os quatro polos formadores do estado. E ficamos muito felizes com o que encontramos aqui. Eu já dei aula na instituição em meados de 2010 e, hoje, encontrei muitos alunos da época, já formados, trabalhando como gestores, professores. Isso é muito gratificante”.



Galeria de imagens


Categorias: Biomedicina |